Escola Experimental de Primatas (EEP)

Descrição: A EEP vem desenvolvendo colaborações com Engenheiros de Software para o desenvolvimento de ambientes virtuais para a pesquisa do comportamento cognitivo em macacos-prego. Com a equipe da Profa. Maria da Conceição Pinheiro e do Prof. Dr. Luiz Carlos da Silveira, neurofisiólogos e pediatras estamos desenvolvendo testes transculturais para o estudo de problemas de desenvolvimento cognitivo em crianças contaminadas por metilmercúrio, em áreas de mineração de ouro no estado do Pará. Essa pesquisa em andamento deverá contar também com a colaboração do LaPer e dos Profs. Drs., Givago Souza, Anderson Raiol, Manoel da Silva Filho, Bruno Gomes e Fernando Rocha, entre outros. Dispõe de um edifício com 120 m2, com ambulatório veterinário com equipamento para pequenas cirurgias e microscópio para exames clínicos, salas de professores, cozinha com três ambientes (recepção, preparo, sala suja), banheiro. Uma sala de controle e dois cubículos com duas câmaras experimentais em cada, sendo uma com isolamento visual e atenuação acústica. Cada uma das quatro câmaras experimentais é controlada por meio de um computador com dois monitores, um na sala de controle e um com tela sensível, acoplado à câmara experimental. Um servidor de vídeo com sistema de câmaras filmadoras com uma câmara em cada câmara experimental, para filmagem das sessões experimentais. Na sala de controle estão também duas bancadas de trabalho com computadores e impressora para trabalho geral. O biotério possui quatro gaiolas viveiro de 16,0 m3 e três de 8,0 m3. 

Coordenação: Prof. Dr. Olavo Galvão, Profa. Dra. Ana Leda Brino e Prof. Dr. Paulo Goulart.

Financiamentos: Universal CNPq; PNPD CAPES; INCT-ECCE CNPq/FINEP; NIEH. 

 

Laboratório de Aprendizagem Social e Desenvolvimento Humano (LASDH)

Descrição: Composto por duas salas: uma para coleta e outra para análise de dados. Sala de coleta de dados (12,5 m2): dividida em dois ambientes por um painel com espelho unidirecional para sessões de observação das interações cuidador-criança (ambiente 1) e entrevistas com os cuidadores (ambiente 2). Possui dois pontos para internet, um notebook, escrivaninha, três cadeiras, tatame para interações e espelho. Sala para análise de dados (30 m2): com mesa para reunião, duas estantes, dois armários, bancada com quatro computadores, três pontos de internet, roteador, HD externo (1 tera) para armazenamento de vídeos e dados, duas impressoras (uma laser), brinquedos comuns e com controle remoto para as diferentes tarefas experimentais, duas filmadoras handcam, quadro branco para aulas/encontros do grupo. Comporta entre seis e oito pessoas. 

Coordenação: Profa. Dra. Marilice Garotti.

 

Laboratório de Controle por Regras (LCR) - NTPC

Descrição: O Laboratório de Controle por regras (LCR) vem desenvolvendo pesquisas básicas sobre as funções do ambiente verbal e do ambiente não verbal e pesquisas aplicadas, relacionadas às pesquisas básicas, sobre a adesão às regras do tratamento de pacientes com doenças crônicas (estas em colaboração com equipes da área de saúde) e sobre o papel de regras na instalação de comportamentos pró-estudo (estas em colaboração com equipes da área de educação). Dispõe de duas salas de 20 m2 cada uma, com bancadas, sete computadores, três impressoras, três filmadoras, armários e mesa com espelho unidirecional para coleta de dados. Possui ainda computadores portáteis para coleta em estudos de campo. 

Coordenação: Profa. Dra. Carla Paracampo e Prof. Dr. Luiz Carlos de Albuquerque.

Financiamento: CNPq (3/2010-2/2012 - Edital Universal).


Laboratório de Estudos Avançados em Psicologia Evolucionista (LEAPE)

Descrição: O LEAPE vem desenvolvendo colaborações com etnólogos em pesquisas sobre os padrões de interação mãe-criança em uma aldeia indígena Amazônica (Assurini, Rio Xingu). Sala de 12,5 m2 com bancada com computadores, impressoras, filmadoras, armários, estantes, com bancada p/ cinco pessoas; três pontos de internet, wireless. 

Coordenação: Profa. Dra. Regina Brito.

 

Laboratório de Estudos de Gênero (LEG)

Descrição: O LEG está localizado no Núcleo de Teoria e Pesquisa do Comportamento desde 2009 com o objetivo de desenvolver os seguintes projetos: 
“Critérios de seleção de parceiros escolhidos por usuários homo e heterossexuais de um website para relacionamentos amorosos” e “Análise dos determinantes ambientais da orientação espacial em homens e mulheres”. O espaço físico compreende uma sala 4 m x 5 m com três computadores (dois conectados à internet), uma impressora, uma mesa, uma estante e armários. O LEG conta com a colaboração do prof. Dr. Paulo Goulart, uma bolsista PIBIC e um grupo de alunos voluntários. Para a pesquisa sobre orientação espacial são utilizados prédios ou áreas da própria UFPA. 

Coordenação: Profa. Dra. Alda Loureiro Henriques.

 

Laboratório de Neuroanatomia do Laboratório de Arquivo de Sons da Amazônia Jaques Villiard

Descrição: Dispõe de sala de 20 m2, com bancada com computadores, impressora, microscópio binocular e de fluorescência, capela, destilador de H20 com, criostato, sistema de processamento de lâminas de material neural para mapeamento cerebral de áreas corticais destinadas ao processamento e aprendizado sonoro. 

Coordenação: Profa. Dra. Silene Maria Araújo de Lima. 

 

Laboratório de Neurobiologia (LNB)

Descrição: O LNB desenvolve estudos interdisciplinares no projeto Núcleo de Excelência em Neuropatologias Emergentes - Desenvolvimento de tecnologia para monitoramento neurofisiológico da saúde de populações amazônicas (CNPq-PRONEX/SECTAM-FUNTEC), e estamos em fase de integração dos projetos do LNB envolvendo contaminação por mercúrio nos níveis de diagnóstico e profilaxia com o projeto da EEP para o estudo de problemas de desenvolvimento cognitivo.  Dispõe de sala de 60 m2, com bancada com computadores, impressora, microscópio binocular e de fluorescência, capela, destilador de H20  com, criostato, sistema de processamento de lâminas de material neural para histologia e imunocitoquimica de tecido neural. 

Coordenação: Prof. Dr. Manoel da Silva Filho. 

Financiamentos: CNPq-PRONEX/SECTAM-FUNTEC; FAPESPA (Edital 003/2012).

 

Laboratório de Neurofisiologia Eduardo Oswaldo Cruz

Descrição: O Laboratório de Neurofisiologia Eduardo Oswaldo-Cruz está estruturado no momento para registros eletrofisiológicos obtidos em humanos e em modelos animais. O conjunto de aparelhos, com pequenas mudanças, permite o registro de unidades isoladas da retina, núcleo geniculado lateral e córtex visual, ou o registro de potenciais de campo, como o eletrocardiograma, o eletrorretinograma e o eletroencefalograma em animais. Atualmente estamos investigando alterações visuais promovidas por doenças que alteram o funcionamento hormonal em modelos animais de diabetes e hipotireoidismo. 
A estrutura é composta por mesa antivibratória, aparelho estereotáxico para animais de médio porte, teletermômetro e manta de eletrotérmica, equipo anestésico (Narcosul), respirador artificial (Ugo Basile), analisador de CO2 (Hartmann & Braun), bomba de infusão modelo 71102 (B. Braun Melsungen), oftalmoscópio (Welch Allyn), micromanipulador para microeletródios, pré-amplificador MEZ-7101 (Nihon Kohden), osciloscópio VC11 (Nihon Kohden), câmara retiniana Retinophot-2 (Carl Zeiss Jena), osciloscópio modelo R-5031 (Tektronix), osciloscópio modelo 5113 (Tektronix), discriminador de amplitude D130 (Digitimer), interface análogo-digital CED1401plus (Cambridge Electronic Design), microcomputador Pentium III de 450MHz, 64MB de RAM, 6GB de disco, vídeo monitor SVGA de 14" com programa para processamento de sinais bioelétricos Spike2 (Cambridge Electronic Design). O microcomputador interage com uma interface CED 1708, controladora de um sistema gerador de estímulos visuais Picasso (Innisfree), o qual exibe os estímulos num monitor de alta resolução e alto brilho modelo 608 (Tektronix). 

 

Laboratório de Neurologia Tropical

Descrição: Os trabalhos do laboratório de neurologia tropical envolvem investigações sobre o sistema visual em condições de doença e saúde aplicando modelos matemáticos para o desenvolvimento de protocolos que possibilitem a detecção de perdas visuais antes mesmo de outros sintomas clínicos. Dispõe de duas salas de 40 m² com um sistema de eletrofisiologia visual CED 1401, um sistema de eletrofisiologia visual VERIS, 1 sistema gerador de estímulos visuais ViSaGe, um quantificador de catarata, um anomaloscópios, um lensômetro, uma estação de trabalho Macintosh, um consultório oftalmológico completo, 10 computadores, um sistema de avaliação da visão de cores CAD, um sistema de avaliação de cores TCV, um perímetro estático de Humphrey, um autorefratômetro. O laboratório de neurologia tropical apresenta no seu corpo de trabalho dois biólogos, um biomédicos, dois fisioterapeutas, um agrônomo, dois nutricionistas,  um enfermeiro, dois médicos.

Coordenação: Prof. Dr. Givago da Silva Souza.

Financiamentos: PRONEX 2009 - FAPESPA/CNPq; Universal 2010 – CNPq; PROLAB 2012 - IBRO/LARC; PPSUS 2009 – FAPESPA; PROCAD – CAPES.

 

Laboratório de Percepção (LaPer)

Descrição: O LaPer nasceu dentro do Programa de Pesquisa Escola Experimental de Primatas, da colaboração entre pesquisadores do Núcleo de Teoria e 
Pesquisa do Comportamento e do Núcleo de Medicina Tropical, da UFPA, e do Instituto de Psicologia da USP, para o estudo comportamental da visão de cores em primatas tropicais. Essa colaboração teve início sob a vigência do projeto Rede Instituto Brasileiro de Neurociência (IBN-Net), financiado pelo convênio FINEP/FADESP Ref 4191/05 (Encomenda Ação Transversal, Proc. no 01.06.0842-00, Convênio 1723). Atualmente, recebe financiamento do CNPq-Edital Universal (14/2011) nº 484228/2011-0, para o projeto “Aplicação de um Procedimento Computadorizado Adaptado para a Investigação da Visão de Cores de Macacos-prego (Cebus cf. apella) e Macacos Guariba (Alouatta caraya)”, realizado em parceria com o Centro Nacional de Primatas (CENP, Ananindeua-PA) e com a participação dos proponentes Ana Leda Brino e Givago Souza. O LaPer conta com a colaboração externa dos pesquisadores Dora Fix Ventura e Daniela Maria Oliveira Bonci (IP-USP), Luiz Carlos de Lima Silveira (NMT-UFPA) e José Augusto Pereira Carneiro Muniz (CeNP-PA). Dispõe de sala de 12,5m2, com bancada de coleta de dados, uma câmara experimental, equipamento especial para manipulação e apresentação de estímulos visuais (monitor CRTde alto desempenho e gerador de estímulos ViSaGe), dois computadores tipo desktop para programação, acompanhamento e análise das sessões experimentais, armários. 

Coordenação: Prof. Dr. Paulo Goulart e Prof. Dr. Olavo Galvão.

Financiamento: CNPq (Edital Universal 14/2011).

 

Laboratório e Arquivo de Sons da Amazônia Jaques Villiard - Laboratório de Bioacústica (LoBIO)

Descrição: No LoBio são desenvolvidos estudos como o “Estudo Eto-ecológico de Botos e Papagaios para Subsidiar Atividades de Ecoturismo da Região de Belém” com colaboração com cientistas do comportamento.  Dispõe de 120 m², com quatro computadores, hidrofone, luxímetro, dois dinamômetros, refratômetro de alta resolução para salinidade, alto-falante amplificado portátil, oito binóculos, dois gravadores digitais solid state, três gravadores DAT, 2 GPS, dois microfones ultradirecionais, aplicativos para análises estatísticas e sonora. 

Coordenação: Profa. Dra. Maria Luisa da Silva. 

Financiamento: FAPESP.