Áreas de Concentração: Neurociência e Comportamento

Esta área busca pesquisar a biologia do comportamento, ou seja, dos fenômenos bioquímicos e fisiológicos que possibilitam o contato entre as diversas partes do organismo e sua homeostase, o contato entre o organismo e o ambiente imediato no tempo e no espaço, e as mudanças do organismo que sustentam as mudanças na sensibilidade e reatividade na filogênese e na ontogênese.

Visa o conhecimento das funções comportamentais complexas para as quais os mecanismos fisiológicos dotados filogeneticamente são a base para a constituição, na ontogenia, de um organismo modificável, sensível a pressões ambientais elaboradas dos níveis mais simples e imediatos até os mais complexos e dependentes de funções neurais superiores, dependentes de evolução histórica, simbólica e cultural.

 

Linha de Pesquisa:

Processos Comportamentais Básicos

Bases neurobiológicas do comportamento. Percepção e atenção. Princípios do comportamento. Controle de estímulos. Propriedades do comportamento simbólico. Desenvolvimento de tecnologia comportamental.

Professores: Ana Leda de Faria Brino, Bruno Duarte Gomes, Eliã Pinheiro Botelho, Fernando Allan de Faias Rocha, Givago da Silva Souza, Olavo de Faria Galvão, Paulo Roney Hilpp Goulart, Silene Maria Araújo de Lima.

 

Linha de Pesquisa:

Processos Comportamentais Complexos

Bases neurobiológicas do comportamento complexo. Evolução das espécies. Variáveis filogenéticas, ontogenéticas, sociais e culturais envolvidas na adaptação do comportamento cognitivo às exigências do ambiente. Princípios da comunicação. Aprendizagem na presença e na ausência do ambiente verbal. Desenvolvimento de tecnologia comportamental.

Professores: Alda Loureiro Henriques, Carla Cristina Paiva Paracampo, Hellen Vivianni Veloso Corrêa, Júlio Cesar Coelho de Rose, Luiz Carlos de Albuquerque, Maria Luisa da Silva, Mauro Dias Silva Junior, Rachel Coêlho Ripardo Teixeira, Regina Celia Souza Brito.